Guilherme Bonfanti | Mauísmo

Mauísmo

É isso mesmo: a revolução não é um jantar de gala. Não costuma ser flagrada  nas colunas sociais, anunciada em telegramas e postais pelo correio ou agendada por email para a conivência dos convidados.

A revolução não tem mesas reservadas, garçons para levar os pratos e nem valetes explorados para trazer os carros quando todos estiverem satisfeitos com a cerimônia. A revolução não é um evento de estação, não vende entradas a dinheiro, não admite a concorrência de empresas nem igrejas semelhantes, não é preparada com receitas mirabolantes para o deleite de fotógrafos, pastores ou costureiros

A revolução é meio atéia, mas precisa acreditar para valer…